A campanha eleitoral de 2012, levando-se em consideração apenas os candidatos a prefeito, pode totalizar 10,2 milhões de reais em todo o suleste paranaense. Este é o resultado da soma do limite de gastos de todos os prefeituráveis da região da Amsulep. Os valores constam na Divulgação de Registros de Candidaturas 2012.

Segundo os cartórios eleitorais, estas previsões de gastos foram estipuladas pelos próprios partidos ou coligações. A eleição mais cara da região, de acordo com os números informados, é a de Fazenda Rio Grande, onde a soma é de 3,9 milhões de reais. Na Lapa, os candidatos pretendem gastar até 2,1 milhões de reais.

Os que têm menor valor declarado são os de Contenda, com total de 235 mil reais, seguidos de Quitandinha, onde o limite é de 260,8 mil reais. Com relação aos candidatos a vice, há alguns com gastos quase insignificantes ou zerados, enquanto que existem também muitos com limite declarado idêntico ao de seus candidatos a prefeito.

Fonte: ORegional