Policiais militares, civis e guardas municipais ocuparam as ruas do bairro Parolin nesta quinta-feira (03) para a implantação da segunda Unidade Paraná Seguro (UPS) do estado, em Curitiba. A ação mobilizou 300 policiais militares e civis e 52 guardas municipais.

“O local foi escolhido por ser considerado um bairro violento com alto índice de homicídios. Proporcionalmente é um dos bairros mais violentos de Curitiba”, afirmou o coronel Cesar Alberto Souza, subcomandante da Polícia Militar e coordenador das UPSs no Estado.

Ocupação
Na área onde vivem 11,5 mil habitantes os policiais fizeram abordagens de suspeitos, ocuparam as ruas e vistoriaram veículos. A ação, na manhã desta quinta-feira, resultou na prisão de dois homens por tráfico de drogas, um deles com 40 pedras de crack e outro com 5 pedras do entorpecente. Os homens presos em flagrante foram encaminhados ao 2º Distrito Policial. Agentes da Guarda Municipal atuaram na abordagem e em bloqueios nas ruas do bairro.

A operação conjunta desta quinta-feira faz parte de um processo iniciado há 90 dias pelas forças de segurança e irá culminar com a implantação da 2ª Unidade Paraná Seguro na capital. Nesse período foram cumpridos mandados de prisão e feita a apreensão de armas, drogas e de 11 máquinas caça-níqueis. Na sexta-feira (4) a Polícia Militar irá divulgar um balanço das apreensões e prisões realizadas nesta quinta.

Fonte e foto: Prefeitura de Curitiba