Depois de passar três dias em greve e deixar de produzir cerca de 350 veículos, a fábrica da Volvo