Um estudo feito pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) tornou mais fácil identificar lugares onde, segundo pesquisadores, a chance