A venda de ingressos para o show da banda Metallica, marcado para acontecer no dia 23 de abril de 2020, no Couto Pereira, reacendeu uma velha polêmica, atualmente em discussão no Superior Tribunal de Justiça (STJ): afinal, a cobrança da taxa de conveniência de quem compra online ingressos para shows e outros eventos é legal? No caso em foco, por exemplo, houveram consumidores que tiveram um gasto extra que supera os R$ 200, apenas com essa taxa.

Fonte: Bem Paraná
Clique aqui para ler a matéria completa