FOZ_PORTO_MEIRA_VENDAVALMicroempreendedores de Foz do Iguaçu afetados pelos temporais que atingiram o Oeste do estado, nesta semana, podem ter acesso a uma linha de crédito especial da Fomento Paraná, instituição financeira de desenvolvimento do Governo do Estado. Eles podem acessar crédito no valor de até R$ 15 mil, para ajudar na retomada das atividades. Empreendedores informais também podem ser atendidos, com recursos de R$ 1 mil a R$ 7,5 mil. Empreendedores formalizados, com faturamento bruto anual de até R$ 360 mil, podem obter créditos de R$ 1 mil a R$ 15 mil.

Os financiamentos podem ser pagos em até 36 meses, incluindo prazo de carência de até seis meses. Os juros são de 7,35% ao ano.

Interessados nessa linha de financiamento podem procurar o agente de crédito do Banco do Empreendedor de Foz do Iguaçu (Avenida Brasil, 1354 – Centro – Fone: 45 2105-1400).

RECUPERA – A linha Fomento Recupera é destinada a atender empreendedores de municípios que decretam estado de emergência ou calamidade pública por conta dos estragos provocados por intempéries climáticas ou naturais, como enchentes, ventanias e queda de granizo.

O município decretou situação de emergência na região sul da cidade de Foz do Iguaçu, em decorrência dos estragos causados pelo temporal ocorrido na noite de 7 de setembro de 2015.

VOLTAR A TRABALHAR – De acordo com o presidente da Fomento Paraná, Juraci Barbosa, a oferta de condições especiais de juros e prazos visa ajudar o pequeno empresário a recuperar instalações, adquirir mercadorias, ferramentas e equipamentos para voltar a trabalhar.

“A determinação do governador Beto Richa é apoiar as empresas do comércio, do setor de serviços e pequenas indústrias, para que possam ter acesso a crédito em um momento de dificuldade, para que possam retomar as atividades”, afirma Juraci Barbosa.

O crédito será liberado de acordo com a capacidade de pagamento de cada empresário. As garantias serão operacionalizadas por meio de aval.

O empreendimento deve estar localizado em área do município em situação de emergência, ou calamidade pública. A condição de empreendimento afetado deverá ser atestada por meio de visita do agente de crédito responsável pela operação. AJUDA – A linha especial de crédito da Fomento Paraná para recuperação em casos de emergência ou calamidade pública existe desde 2011, quando foi criada para atender os municípios do Litoral do Paraná atingidos pelas enchentes naquele ano. Em 2014 a financeira também apoiou empreendedores afetados pelas chuvas que causaram destruição em municípios como União da Vitória, Guarapuava e Rio Negro. Na ocasião foram contratados R$ 1,18 milhão em financiamento.

Fonte: Agência Estado do Paraná